O ESPELHO

O ESPELHO

 

Todo dia acordamos e olhamos para o espelho,

Como não se impressionar, como não lembrar…

As marcas, presentes no nosso corpo, na nossa alma, estão ali…

Fazem parte do nosso cotidiano, da nossa vida.

Sempre tentamos esquecer, tirar da nossa cabeça,

Fazer de conta que nada aconteceu.

Mas, quando olhamos para o espelho…

Como não lembrar? Como esquecer?

Tentamos diariamente reagir, dar a volta por cima,

Resgatar as forças para viver, para sorrir,

Para tentar ser feliz e esquecer…

Mas, quando olhamos para o espelho…

Percebemos que na verdade o que fazemos é juntar os cacos,

Os pedaços da nossa mente que foram destruídos.

Na incerteza que começou a fazer parte da nossa vida,

Tentamos desesperadamente viver um dia após o outro,

Tentamos ver o colorido da vida, a doçura do amor…

Mas, quando olhamos para o espelho…

Cecília S. Morishita